Conheça doenças que podem ser identificadas por dentistas

Hora News

Manifestações pela boca de doenças comuns podem aparecer antes de sintomas mais graves

Apenas 15% da população brasileira frequenta o dentista regularmente. O dado revela a importância do Dia da Saúde Bucal, comemorado em 20 de março, uma data que busca conscientizar sobre a importância da visita ao profissional pelo menos duas vezes por ano. Além dos cuidados com a saúde bucal, há doenças comuns que podem ser identificadas por cirurgiões-dentistas, como diabetes, câncer e cirrose hepática.

“Essas doenças impactam em diversas áreas do corpo, provocando também alterações no metabolismo. O profissional da odontologia é capaz de identificar manifestações na boca que podem ocorrer antes mesmo de sintomas mais graves. Por isso, reforçamos a importância das visitas periódicas no seu dentista”, afirma o coordenador do curso de Odontologia da Faculdade Anhanguera Anápolis, Claudeir Felipe de Oliveira Siqueira. O especialista listou três doenças que apresentam sintomas bucais:

Diabetes: o Brasil é o 5º país com a maior incidência da doença na população. São 16,8 milhões de pessoas, entre 20 e 79 anos, que convivem com a doença. Segundo o Atlas da Diabetes, da Federação Internacional de Diabetes, estima-se que até 2030 o número chegue a 21,5 milhões. O dentista pode auxiliar na identificação da doença pela presença de cáries nos dentes. Por exemplo, um paciente que nunca teve cáries, chega a apresentar duas ou três de uma vez. Isso pode acontecer porque o organismo está com dificuldades de processar o açúcar. Ou mais, dores na gengiva, sangramento e a boca seca podem ser sinais preocupantes. Exames periódicos podem evitar maiores problemas.

Câncer: sensibilidade no dente e dor somente com uma batida pode ser um sinal. Alguns tipos de câncer malignos podem manifestar-se pela boca. É o caso da leucemia ou linfoma, que ocasionam o aumento da gengiva e lesões mais graves como verrugas. Mas também há um tipo específico que pode ser observado pelo dentista, o câncer de boca. Apesar de silencioso, o câncer de boca causa ferimentos dentro da boca e nos lábios que são difíceis de cicatrizar. De acordo com o Instituto Nacional do Câncer (INCA), o câncer de boca está entre os dez tipos mais comuns no Brasil. Os fatores que agravam a doença são o tabagismo, alcoolismo, radiação solar e HPV. O tumor é mais comumente encontrado em homens acima de 40 anos.

Cirrose hepática: a doença pode aparecer na forma de lesões, erosões ou bolhas na boca. O céu da boca e embaixo da língua ficam pálidos. Mau hálito, ou odor hepático, também podem ser sintomas identificados pelos dentistas. Outro fator de risco é a periodontite, ou a perda dos dentes.

“A visita periódica ao dentista é muito importante para a identificação precoce destas e outras doenças que podem passar despercebidas pelo paciente. O diagnóstico precoce aumenta as chances de cura e o sucesso do tratamento”, finaliza o professor da Anhanguera.

Deixe uma resposta

Subscribe US Now

%d blogueiros gostam disto: