Cecegon quer atuar na saúde

Hora News

Organização Social prepara projetos para participar de licitações em unidades da rede estadual. Instituição já faz a gestão do Centro de Artes Basileu França

Por Humberto Pedreira

O Centro de Gestão e Controle (Cegecon) prepara projetos para atuar também na área da saúde. A Organização Social já faz a gestão de unidades da educação tecnológica, tendo como principal destaque o Centro de Artes Basileu França, em Goiânia. “A intenção é participar dos chamamentos que a Secretaria Estadual de Saúde vai fazer esse ano para diversificar a área de atuação com a expertise que já temos em gestão pública”, comenta um dirigente da OS.

A Secretaria de Saúde no dia 1º de março um edital tornando pública a “intenção do Estado em firmar Contratos de Gestão com Organizações sociais”. Constam da declaração pública da SES nove hospitais e três policlínicas que ainda serão inauguradas.

Para se antecipar ao processo de licitação pública a direção do Cegecon contratou staff especializado na elaboração de projetos da área de saúde e com conhecimento da rotina na Secretaria de Saúde. O supervisor de relações institucionais do Cegecon, Kaio Ramos Leite, tem monitorado as publicações diariamente para que a OS participe de todos os chamamentos e consiga vencer a licitação para alguma dessas unidades.

O primeiro passo para ter algum sucesso nessa intenção de atuar na saúde foi providenciar a qualificação como Organização Social da Saúde. Kaio Ramos Leite foi o responsável pela tramitação do processo que foi concluído em 2020 com a publicação no Diário Oficial do Estado. Esse processo estava sob seu comando desde 2018 quando começou a prestar serviços para o Cegecon.

Nos anos de 2017 e 2018 o Cegecon enfrentou problemas com o Ministério Público que propôs uma ação civil pública e apontou irregularidades no processo de qualificação de instituições para atuação na área de Educação. A juíza Suelenita Soares Correia deferiu a tutela de urgência requerida, determinando a suspensão imediata do contrato de gestão.

Deixe uma resposta

Next Post

Menopausa: envelhecimento íntimo feminino pode ser solucionado sem cirurgias

Aumentaram as buscas por cirurgias íntimas reparadoras, mas procedimentos estéticos também ajudam a solucionar problemas como ressecamento vaginal, perda de tônus e incontinência

Subscribe US Now

%d blogueiros gostam disto: