Vendas por WhatsApp crescem em lojas da Bibi e conquistam clientes

Hora News

Além de auxiliar os franqueados, alternativa visa levar segurança, conforto e praticidade aos consumidores da marca

Desde 2016, a Calçados Bibi começou a trabalhar projetos com foco na transformação digital. Dois anos depois, a marca fez uma mudança de plataforma no e-commerce para integrar todos os estoques, algo benéfico não apenas para a empresa, mas para todos os franqueados. A partir daí, começaram a surgir outras iniciativas. Uma delas ganhou destaque durante a pandemia de covid-19, que fez as lojas tanto de rua quanto de shopping centers ficarem fechadas por períodos diferentes em diversas regiões. Para proporcionar uma experiência segura e agradável aos clientes, a Bibi disponibilizou a comercialização de calçados infantis pelo WhatsApp, feita pelas unidades da marca, com pagamento via link. Dessa forma, as vendas pelo aplicativo de mensagens registraram um aumento expressivo em 2020, já que anteriormente a ferramenta era pouco explorada pelos franqueados da rede.

Em 2019, o projeto para venda pelo WhatsApp já estava disponível para toda rede, mas a adesão não foi tão significativa por parte dos franqueados. “Todas as alternativas pensadas com foco na transformação digital visam impactar mais clientes, aumentar as vendas e seguir as principais tendências do varejo. Com a chegada da pandemia e lojas fechadas, principalmente as localizadas em shopping centers, utilizar a venda digital, não apenas pelo e-commerce, mas pelo aplicativo de mensagens foi uma das alternativas para que os franqueados tivessem um faturamento durante este cenário. Tínhamos tudo pronto, algumas unidades apenas começaram a atuar nesta modalidade. Mas e quem não tinha? Foi um momento de pensar fora da caixa e apostar em inovações que vieram para ficar”, explica a presidente da Calçados Bibi, Andrea Kohlrausch.

Como as vendas começaram a progredir nesta modalidade, para exponenciar e auxiliar as lojas durante a pandemia, a Bibi desenvolveu o Campanhas Prisma. Um aplicativo disponível para franqueados e colaboradores da rede, que visa otimizar os contatos da loja Bibi com os clientes cadastrados, via WhatsApp. Nesta plataforma, já estão ativas diversas campanhas de relacionamento, que são enviadas diariamente à base de dados de cada vendedora. Por lá é possível acompanhar o andamento das conversas e controlar as mensagens já enviadas. A ferramenta ainda identifica alguns padrões para que haja um contato ativo por parte das equipes.

“Com a integração da base de clientes ao aplicativo, o atendimento ficou mais ágil e assertivo, já que a vendedora tem a mão um repertório de textos, abordagens, posts e estoque da loja. Essa é uma forma de aproveitar o tempo ocioso para contatar consumidores, realizar o pós-venda e outras ações que contribuem com a fidelização dos clientes. Após a efetivação da compra, enviamos um link para que o pagamento seja efetuado. Em seguida, o item escolhido é entregue na casa do comprador. Hoje, com as lojas abertas, o cliente pode optar por receber em domicílio ou retirar na unidade. Essa é uma oportunidade de buscarmos o consumidor fora da loja de uma maneira diferenciada”, finaliza a presidente da Bibi.

Deixe uma resposta

Next Post

Ionóforos ajudam a modular o microbioma intestinal de frangos de corte, mas sua principal função é anticoccidiana

Por Patrícia Tironi Rocha, mestre em sanidade animal pela Universidade Federal de Goiás (UFG) e gerente técnica de avicultura da Phibro Saúde Animal

Subscribe US Now

%d blogueiros gostam disto: