Fundação Coopercitrus Credicitrus investe na educação profissionalizante para o agronegócio

Hora News

Construção do inovador prédio educacional que abrigará cursos profissionalizantes está em fase avançada. Previsão é de inauguração no segundo semestre de 2021

Na noite de quarta-feira, 17, o vice-presidente do Conselho de Administração da Coopercitrus, Matheus Marino, ministrou uma palestra durante a aula inaugural da segunda turma do Curso Técnico em Agronegócio, parceria da Fundação Coopercitrus Credicitrus com a Etec – Centro Paula Souza, unidade de Bebedouro. O evento, realizado on-line, compõe a programação inaugural do curso, que iniciou suas aulas no dia 8 de fevereiro.

Em suas duas turmas, o Curso Técnico em Agronegócio reúne aproximadamente 80 alunos que se preparam para atuar em um dos setores mais pujantes da economia nacional. No segundo semestre de 2021, a Fundação receberá a primeira turma do curso Superior em Big Data em Agronegócios, em parceria com a Fatec. Para isso, está construindo um moderno prédio educacional, cujas obras estão em fase avançada.

Na aula inaugural, Marino discorreu sobre a conjuntura do agronegócio atual, salientando a importância de formar capital humano apto a atuar no desenvolvimento do setor: “A tecnologia agrícola existe, mas o desafio é fazer com que ela chegue ao produtor rural, especialmente aos pequenos e médios produtores. A Fundação deve se tornar um centro de referência do agronegócio e um núcleo de formação de pessoas”, explanou.

O presidente do Conselho Administrativo da Coopercitrus, José Vicente da Silva, complementou: “Há alguns anos, a Coopercitrus identificou a necessidade de atuar na prestação de serviços, principalmente na área de agricultura de precisão, para viabilizar a tecnologia agrícola para os cooperados. Hoje são mais de 400 técnicos para atender os nossos cooperados que, só em 2020, prestaram mais de 200 mil atendimentos. Percebemos que precisávamos, também, atender a outra perspectiva, e formar profissionais para que saibam manejar essa tecnologia no dia a dia. Por isso, nossa parceria com o Centro Paula Souza está sendo muito boa”, afirma o presidente do conselho, dando boas-vindas aos alunos.

A educação é um dos pilares da atuação da Fundação Coopercitrus Credicitrus, com a missão de formar capital humano capacitado e especializado para o setor agropecuário. “Os investimentos na profissionalização e na capacitação de pessoas para atuarem no agronegócio são ações que retornarão na forma de desenvolvimento para o agro, na inovação para nossos cooperados e na geração de empregos, com impactos positivos na sociedade. Os resultados virão em um longo prazo, mas serão perenes”, analisa o vice-presidente do Conselho.

O Curso Técnico em Agronegócio está entre os mais concorridos no Vestibulinho da Etec, com uma relação de 2.4 candidatos por vaga, com grande interesse da população pela oportunidade. Em período noturno e com duração de 3 semestres, o conteúdo tem foco na gestão da propriedade rural, preparando o aluno para entender o dia-a-dia no campo, com noções de negociação, compra, venda e empreendedorismo. Nessa parceria, o Centro Paula Souza é responsável pela grade curricular do curso e o corpo docente, e a Fundação fornece a estrutura para as aulas, que no momento ocorrem on-line com transmissão ao vivo, em atenção às medidas de prevenção à Covid-19.

Está previsto para agosto o início do Curso Superior em Big Data em Agronegócios, em parceria com a Fatec. As aulas acontecerão no novo prédio educacional que está sendo construído na Fundação, totalmente planejado e equipado para preparar os alunos para atuarem com análise e inteligência de dados, desenvolvimento de softwares para o agronegócio e tecnologias voltadas para agricultura de precisão.

O prédio abrigará estes cursos durante a noite e, no período diurno, será utilizado para treinamentos operacionais voltados ao produtor, como de tratorista, mecânicos, tecnologia na aplicação de insumos. A Fundação também viabilizará aulas práticas, com acompanhamento das lavouras, laboratórios de análise e viveiros de mudas. Com isso, a Fundação Coopercitrus Credicitrus pretende se tornar um polo de desenvolvimento tecnológico regional do agro em educação, pesquisa e meio ambiente.

Deixe uma resposta

Next Post

McDonald’s inaugura o seu primeiro restaurante dentro de games

Uma réplica do Méqui 1000 estará dentro do novo mapa de “Minecraft” e dá para comprar Big Mac de verdade

Subscribe US Now

%d blogueiros gostam disto: