Lipoaspiração com avançado tratamento para flacidez da pele já é realidade em Goiás

Hora News

Procedimento feito por cirurgião plástico goiano é capaz de provocar até 50% de retração cutânea no momento da “lipo”

Segundo informações de uma pesquisa de 2018 da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica de Goiás (SBCP-GO), o Estado é o quarto no Brasil que mais faz cirurgias plásticas no país, ficando atrás de São Paulo, Rio de Janeiro e Rio Grande do Sul.  De todos os tipos de cirurgias estéticas as duas mais realizadas em Goiás em primeiro lugar fica o aumento de mama e em segundo a Lipoaspiração.

O cirurgião plástico Fernando de Nápole, que é referência em cirurgias plásticas em Goiânia percebendo o aumento da demanda em Lipoaspiração buscou conhecimento com uma das mais modernas tecnologias do mundo quando o assunto é tratamento de flacidez de pele. O Renuvion – Reshaping Whats, um equipamento que após a lipoaspiração é capaz de promover uma retração de até 50% da pele, com jato de plasma e radiofrequência, proporcionando assim menor probabilidade de flacidez após uma “lipo”.

Esse equipamento foi produzido a partir de extensa pesquisa científica aliada ao desenvolvimento clínico de ponta e que somente em agosto deste ano foi liberado pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) para ser utilizado no Brasil.

Renuvion – Reshaping Whats – Lipoaspiração com jato de plasma e radiofrequência é utilizado no mundo todo desde o seu lançamento, em 2018, tido como um dos maiores avanços tecnológicos em cirurgia estética e rejuvenescimento nos últimos vinte anos. Segundo o Dr. Fernando de Nápole, cirurgião plástico há 13 anos, o procedimento é “uma tecnologia de radiofrequência e plasma que é aplicada ao final da lipoaspiração para causar retração tecidual”. Ele atua em dois planos: na pele e no subcutâneo.

Todas as pessoas perdem colágeno à medida que envelhecem, o que causa na pele um efeito de flacidez. Em algumas pessoas menos, em outras mais. Mas sempre haverá algum grau de flacidez. Já existem tratamentos e tecnologias para repor colágeno e firmar a pele, como o lipo à laser, o vaser, os bioestimuladores, o ultrassom microfocado e radiofrequência externa.

“Com o lipo a laser conseguimos uma retração na pele de 10 a 15%, o que era considerado muito bom. Já com jato de plasma e radiofrequência realizada por esse equipamento, estudos preliminares mostraram uma capacidade de retração cutânea de 30 até 50%, na região tratada. Isso muda completamente a perspectiva dos resultados de tratamento de flacidez para um patamar que antes era inatingível”, explica o Dr. Acredita-se que essa tecnologia seja uma grande mudança de paradigmas; e que pode trazer um grande benefício para os pacientes”, complementa Dr. Fernando.

Como é feito o procedimento?

A aplicação da nova técnica é feita ao final da lipoaspiração. O handpiece (consumível descartável) é introduzido e posicionado logo abaixo da pele, na subderme, onde é acionado, havendo liberação de gás hélio e radiofrequência para criar um fluxo preciso de energia – que é o plasma. Ele produz calor suficiente para alcançar temperaturas superiores a 85º C nos septos do subcutâneo, e 42º C na pele. Gera calor suficiente para contrair a pele enquanto, ao mesmo tempo, o excesso de gás hélio resfria a área de tratamento evitando queimaduras na pele. Essa combinação de energia contrai os tecidos logo abaixo da pele, o que faz tensionar e retrair.

Esse equipamento consegue estimular a retração de pele de 30 até 50% . Segundo os médicos, essa variação dos resultados está relacionada principalmente à qualidade da pele e à quantidade de colágeno existente em cada paciente. Pessoas jovens, sem estrias e com tecido subcutâneo firme, são as que têm melhor poder de retração.

Pode ser aplicado em áreas como abdômen, costas, coxa e papada são as que melhor respondem à tecnologia. A recuperação e as incisões são semelhantes ao da lipoaspiração tradicional, porém o tempo cirúrgico aumenta em média 30 minutos para tratamento de uma área específica.

Deixe uma resposta

Next Post

Somos Todos do Mesmo Sangue

O humorista Jacques Vanier, é apoiador da campanha Somos Todos do Mesmo Sangue dos hemocentros de todo país. Neste fim de ano, a Hemorrede Pública de Goiás está incentivando, por meio de campanhas, que os doadores de sangue compareçam às unidades em Goiás para o aumento dos estoques de sangue.  Devido […]

Subscribe US Now

%d blogueiros gostam disto: