Traficantes são mortos em troca de tiros com a polícia em Campestre

Helio Lemes

Suspeitos tentaram fugir do bloqueio policial por uma estrada vicinal, abandonaram os veículos, e seguiram a fuga a pé, mas acabaram mortos na troca de tiros

Durante uma abordagem policial na noite do último domingo (22/11) na GO-050, em Campestre, terminou com a morte de traficantes durante uma troca de tiros com a Polícia Militar do Estado de Goiás (PMGO).

Segundo as informações repassadas pela PMGO, a abordagem foi feita pela equipe do 42º Batalhão da Polícia Militar (BPM), após a corporação receber a informação de que um carregamento de drogas chegaria a região metropolitana da capital.

Ao tomar conhecimento sobre a chegada do carregamento, a equipe policial montou uma bloqueio na rodovia, em Campestre, e aproximadamente às 21h, os suspeitos de trazerem os entorpecentes, que estavam em um Renault/Kiwd Laranja e em uma Fiat/Toro branco, tentaram fugir do bloqueio por uma estrada vicinal, mas abandonaram os veículos no local e tentaram fugir a pé.

Traficantes tentaram fugir a pé, mas foram mortos durante a troca de tiros

A polícia afirmou que durante a fuga dos suspeitos, os mesmo atiraram contra os policiais, que revidaram e acabaram atingindo os indivíduos. Após os traficantes serem baleados, a equipe chamou o socorro médico para atender a ocorrência, e os suspeitos foram levados ao Hospital de Urgências de Trindade (HUTRIN), no entanto, eles não resistiram aos ferimentos e vieram a óbito.

De acordo com as informações da PM, foram apreendidas duas pistolas sendo uma Glock 9mm e uma Taurus calibre 380, os dois carros usados para o transporte das drogas, e 1205 tabletes de maconha. Um dos traficantes ainda foi identificado como membro de uma facção criminosa, mas não teve o nome divulgado pela equipe policial.

O material apreendido durante a abordagem policial foi levado para a Central de Flagrantes, onde a ocorrência foi registrada.

Deixe uma resposta

Next Post

Jânio Darrot e prefeito eleito Marden visitam obras do Centro de Eventos e Feiras (CEF), em Trindade

Na atual fase estão em curso definições do piso, iluminação, banheiros e urbanização ao redor. “Trata-se de um espaço de dimensão, construído para abrigar shows, encontros, feiras e congressos”, diz Jânio Darrot. “Para mim será uma grande honra administrar esse cenário que em muito vai contribuir para o desenvolvimento do turismo, cultura e lazer no município”, projeta Marden

Subscribe US Now

%d blogueiros gostam disto: