Sicredi Celeiro Centro Oeste comemora 21 anos de atuação com expansão da marca em Goiás

O mês de setembro marca os 21 anos de atuação da Sicredi Celeiro Centro Oeste, celebrados no último dia 14 em ritmo de expansão, principalmente em Goiás. Isto porque, até o fim deste ano, o Estado ganha quatro novos escritórios de negócios, uma prévia para viabilizar a implantação de novas agências. A próxima inauguração já acontece com mais um escritório de negócios em Uruaçu GO, nesta terça-feira, dia 22 de setembro e em outubro a inauguração da terceira agência em Anápolis GO.
Às margens da Rodovia Belém-Brasília (BR-153), e com mais de 36 mil habitantes, Uruaçu segue assim como o Sicredi: em amplo desenvolvimento. “Aqui encontramos uma população muito acolhedora e mesmo antes da chegada do escritório de negócios já construíamos laços. A parceria promete bons frutos, como já é de praxe sempre que o cooperativismo de crédito chega a uma comunidade”, ressalta o gerente do escritório de negócios de Uruaçu, Danilo Rosa.
Presença – a partir da primeira agência na cidade de São Gabriel do Oeste/MS, a Sicredi Celeiro Centro Oeste atua hoje com 15 agências e 6 escritórios de negócios. No Mato Grosso do Sul, destaque para os municípios Coxim, Sonora, Chapadão do Sul, Cassilândia, Costa Rica, Paraíso das Águas, Paranaíba, Rio Verde de Mato Grosso e Aparecida do Taboado. Em Goiás, a presença de desenvolvimento pode ser conferida em Mineiros, Itaberaí, Inhumas, Uruaçu, Chapadão do Céu e Porangatu. “Além destas, Anápolis irá receber mais uma agência no mês de outubro. Já os municípios de Goianésia, Ceres, e São Miguel do Araguaia receberão escritórios de negócios até o fim do ano”, anuncia o presidente da Sicredi Celeiro Centro Oeste, Jaime Antonio Rohr.
No total a Sicredi Celeiro Centro Oeste conta com mais de 43 mil associados que celebram juntos a trajetória trilhada até aqui. “Além de apoio total ao associado e as 20 comunidades onde atuamos, nossa cooperativa encerrou o exercício de 2019 com um resultado bruto superior a 34 milhões de reais, representando um crescimento de 6% em relação ao ano anterior, representando mais de R$ 13,2 milhões de sobras”, afirma o presidente
A missão da cooperativa sempre foi lidar com as pessoas de forma mais humana. “Temos um compromisso com a vida financeira dos associados e com as regiões onde atuamos. Todas as nossas atividades são embasadas no respeito, na ajuda mútua e o objetivo de proporcionar crescimento da qualidade de vida a todos os associados”, reflete o Jaime Antonio Rohr.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: