Radar: Com mais de 2 bilhões de streams, Spotify comemora o sucesso dos primeiros meses do programa

“Se a sua vida fosse um filme, eu dava pause nessa cena”, “Diz onde cê tá, quero te encontrar”, “Se é dia de baile, Gaiola é o troco” – por acaso você reconhece os artistas por trás desses trechos? Não temos dúvidas! Não só Giulia Be, Agnes Nunes MC Du Black, mas, DONATTO, Murilo Huff, Ebony, Marvvila e mais de 100 outros artistas de todo o mundo participam do projeto global Radar do Spotify que completa seis meses de existência. O programa criado com o intuito de apoiar artistas em ascensão, é fundamental para enfatizar o compromisso contínuo do Spotify com novos artistas em todas as etapas de seu desenvolvimento, além de, claro, aprofundar a conexão com seu público.

Após o início do projeto, o Spotify computou um aumento de mais de 2 bilhões de streams nos artistas participantes e está lançando o hub RADAR global na plataforma para comemorar o primeiro semestre de sucesso apoiando artistas emergentes de todo o mundo. O hub abrigará a extensa programação de artistas do programa, seus lançamentos mais recentes, 22 playlists globais específicas – incluindo uma exclusiva para o Brasil. Essas playlists incluem artistas selecionados pela curadoria do Spotify além, daqueles que já estão no programa RADAR.

Desde o seu lançamento, em março deste ano, o Spotify criou mais de 22 programas RADAR e atingiu até agora 115 artistas filiados ao redor do mundo. São mais de 50 mercados – do Brasil ao Japão, da Alemanha à Nova Zelândia e muito mais.

Quer saber mais sobre os números conquistados pelo programa nesses seis meses?

115 artistas, que geraram coletivamente:
• Mais de 2 bilhões streams na plataforma;
• Mais de 100 milhões de horas ouvidas;
• Mais de 112 milhões de ouvintes entre os 92 países em que o Spotify está presente;
• Mais de 8 milhões de seguidores – aumento de 64% em comparação com o pré-RADAR.

A lista dos artistas participantes pode ser encontradas no hub Radar. O maior privilégio do Spotify é poder colaborar para que os artistas sejam reconhecidos por seus talentos. “Pra mim foi uma felicidade enorme fazer parte desse projeto do Radar Brasil do Spotify. É uma honra ser escolhido no meio de tantos ídolos e artistas estourados, é muita felicidade, um hitzão mesmo!”, diz MC Du Black, quando questionado sobre a importância do projeto.

A cantora Giulia Be também deixou o seu depoimento. “Eu sempre vou me sentir orgulhosa de participar de ações que incentivam novos artistas, que nos apresentam para outros públicos e criam oportunidades de mais visibilidade pro nosso trabalho e pro nosso sonho. Já admirava o projeto “Radar” antes de receber o convite de participar, então viver e ver o resultado desse apoio se tornou mais especial ainda. A equipe incrível Spotify está de parabéns por essa iniciativa, e espero que possa ser tão especial para mais artistas o tanto quanto foi para mim!”, comenta a cantora.

For The Record, blog do Spotify tem um gráfico animado do RADAR e um vídeo que destaca artistas de todo o mundo que tiveram sucesso exponencial por meio de sua parceria com o Spotify – incluindo Alaina Castillo (EUA), JI The Prince of NY (EUA), Young T e Bugsey (Reino Unido; fizeram uma aparição recente na playlist de verão de Barack Obama), August Wahh (PH), Lous and the Yakuza (FR), Silvana Estrada (MX), Agnes Nunes (BR), Zoe Wees (DE), Feng Suave (NL), Rina Sawayama (JP) e merci, mercy (AU).

“Eu achei incrível, inclusive, quero agradecer o Spotify por ter pensado em mim. Eu acho que esse é um projeto muito muito necessário no mundo da música e fiquei muito feliz. Acho que assim como eu, muitos outros artistas também vão ficar muito feliz e muito agradecidos. Foi uma forma de reconhecimento do meu trabalho e quando o trabalho da gente é reconhecido, a gente fica muito feliz e se sente muito especial. Então, muito obrigada e parabéns pelo projeto!”, completa a cantora Agnes Nunes.

O chefe de Hits Globais do Spotify, Ned Monahan, complementa: “O lançamento do hub global do RADAR é a ilustração perfeita de como nossas equipes editoriais colaboram para construir artistas emergentes em todo o mundo. Esperamos que esta seja uma nova maneira fácil para os fãs descobrirem artistas de fora de seus países de origem e para os artistas começarem a desenvolver uma base de fãs global.”

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: