Professor envenenado iria denunciar “Rachadinha”

Helio Lemes

A Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF) recebeu os laudos sobre a morte do professor Odailton Charles de Albuquerque, de 50 anos, concluiu que ele foi envenenado com veneno para matar rato. Com a confirmação do envenenamento, um áudio enviado pelo educador a um amigo, informa que ele iria denunciar a prática da rachadinha na escola.

Conforme noticiado o professor estava se preparando para deixar a direção da escola e afirmou que iria visitar a instituição de ensino para acertar com o pessoal.

No áudio o educador fala que ia passar na escola para acertar os detalhes para a transferência do cargo de diretor e afirmar que estava colhendo documentos particulares para fazer uma denúncia formal na Coordenação Regional de Ensino.

No áudio o professor afirma que a denúncia envolve dinheiro deixado por ele no colégio, que nunca foi repassado a ela por seus superiores. “Seguraram o dinheiro e agora vão usar da forma como eles querem, contratado a empresa que eles querem. Acho que está havendo uma rachadinha”, diz o professor no áudio.

*Com informações do Metrópoles

Deixe uma resposta

Next Post

Gerente de boate é assassinado na frente do estabelecimento

O gerente da boate Alfa Pub, situada no Setor Hoteleiro Sul, foi morto a tiros na frente do estabelecimento na madrugada desta sexta-feira (7). Testemunhas contaram a polícia, que a vítima foi alvejada por aproximadamente seis disparos de arma de fogo. O caso é investigado pela 5ª Delegacia de Polícia […]

Subscribe US Now

%d blogueiros gostam disto: