Procurador que esfaqueou juíza é encontrado morto em SP

Foi encontrado morto nesta segunda-feira (3/2) em uma clínica psiquiátrica na Zona Sul de São Paulo, o procurador da Fazenda Matheus Carneiro Assunção, que no ano passado esfaqueou a juíza Louise Figueira dentro da sete do Tribunal Regional Federal da 3ª Região (TRF 3).

Conforme a publicação do portal de notícias G1, o procurador foi encontrado por volta das 8h de hoje, por uma auxiliar de enfermagem e responsável pela alimentação dos pacientes. A auxiliar chamou pelo procurador diversas vezes e não obteve resposta, e ao tentar entrar no quarto, precisou chamar outros profissionais para entrar no leito, pois a porta estava sendo emperrada por uma poltrona.

O quarto em que o procurador estava foi isolado para a perícia do local. O delegado que esteve no local registrou o caso no 11º Distrito Policial, que investiga o que teria causado a morte do procurador.

Matheus Carneiro foi preso em flagrante no dia 3 de outubro do ano passado, e levado para a Polícia Federal, na Zona Oeste, após esfaquear a juíza federal Louise Filgueiras na sede do TRF 3.

Dois dias após a prisão em flagrante do procuradora, a justiça determinou a prisão preventiva de Carneiro, por meio de uma internação provisória no Hospital das Clínicas de São Paulo.

A defesa do procurador alegou no fim do mês do mesmo ano que o procurador estava com uma grave perturbação mental, então a justiça Federal determinou a transferência de Matheus Carneiro para a penitenciária Dr. José Augusto César Salgado, em Tremembé (SP). Até que em novembro do ano passado, o procurador foi transferido para uma clínica psiquiátrica na capital paulista.

*Com informações do G1

Helio Lemes

apaixonado pela vida e pelos esportes

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: