Hugo participa de Workshop de Gestão avançada em serviços de Urgência

Uma equipe do Hospital de Urgências de Goiânia Dr. Valdemiro Cruz (Hugo) participou nos dias 29 e 30 de janeiro, em São Paulo, de um Workshop de Gestão Avançada em Serviços de Urgência. A capacitação ministrada por profissionais do Hospital Sírio Libanês, em parceria com Ministério da Saúde, objetiva a aplicação prática da metodologia Lean para os participantes do 4º Ciclo do projeto, em especial aos Serviços de Urgência por meio de dinâmicas para fixação do aprendizado e exercícios para cada etapa do método, com base de estudos de caso.

A metodologia do projeto Lean visa melhorar a gestão nas emergências e diminuir a superlotação nas urgências hospitalares. Essas ações facilitam o acolhimento e atendimento dos pacientes nos prontos-socorros dos hospitais.

Para a Gerente Assistencial do Hugo, participante do Workshop, Janine de Paula, a capacitação foi uma experiência única para aprender e praticar ações que vão melhorar os fluxos operacionais do hospital. “Nos induz a uma prática que dá certo”, explica.

Segundo o Diretor Técnico do Hugo, Eros de Souza, participar do Lean é usufruir de uma metologia que enxuga os processos, aumenta a eficiência, reduz custos e melhora os indicadores do hospital. “O Hugo é um hospital muito grande e cheio oportunidades de melhoria, essa consultoria do Sirio vai tornar o hospital melhor como um todo e criar a cultura de eficiência operacional em todos os setores”, avalia

Projeto Lean nas Emergências: redução das superlotações hospitalares

É uma iniciativa desenvolvida pelo Ministério da Saúde por meio do Programa de Apoio ao Desenvolvimento Institucional (Proadi) e do Sistema único de Saúde (SUS) e executado em parceria com o Hospital Sírio-Libanês. No SUS, o projeto Lean nas Emergências busca organizar fluxos internos para otimizar recursos, espaços e insumos.

Para isso, utiliza-se ferramentas, como o NEDOCS (sigla em inglês para Escala de Superlotação do Departamento Nacional de Emergência), que mede a superlotação a partir de parâmetros como taxa de ocupação dos leitos, número de leitos, tempo de passagem pela urgência até a alta.

Os hospitais que participam da iniciativa passam por um processo de intervenção, fase onde profissionais do Hospital Sírio-Libanês visitam os prontos-socorros e se reúnem com gestores e profissionais dos estabelecimentos para identificar dificuldades e implementar ações de melhoria, de acordo com as ferramentas da metodologia Lean, bem como capacitar as equipes.

Essa fase dura, em média, seis meses e, após o término desse período, os hospitais passam por uma etapa de controle, por mais seis meses, para garantir a transformação no gerenciamento dos hospitais e que esses novos hábitos e padrões continuem mesmo após o fim das visitas.

Metologia Lean

O Sistema Lean que pode ser traduzido como produção enxuta é uma metodologia japonesa que após a Segunda Guerra mundial chegou ao ocidente e foi utilizada em praticamente todos os setores produtivos. A partir da década de 90 houve uma adaptação para utilização na área da Saúde com impactos positivos.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: