Assassino de Raphaella Novisk é condenado a 24 anos de prisão

Misael Pereira Olair, de 22 anos, foi condenado a 24 aos e cinco meses de prisão por um júri popular na última quarta-feira (22/1), pelo assassinato da adolescente Raphaella Novisk Roman, dentro do Colégio onde a jovem estudava em Alexânia, no Entorno do Distrito Federal (DF).

O condenado em diversas ocasiões afirmou que cometeu o crime, por ter sido rejeitado por Raphaella que não aceitou namorar com ele. O júri foi presidido pelo juiz Fernando Augusto Chacha Rezende, que afirmou na sentença que o crime foi premeditado e praticado durante o horário de aula, na frente dos colegas de turma, que abalou os outros estudantes.

Misael que não tinha antecedentes criminais foi condenado por homicídio qualificado, por motivo torpe, sem permitir a defesa da vítima, e enquadrado como feminícidio, pela vítima ser mulher. O júri ainda determinou o pagamento de uma indenização de R$ 150 mil em favor da família da adolescente por danos morais.

Raphaella foi morta a tiros dentro da sala de aula do Colégio Estadual 13 de maio, no dia 6 de novembro. Misael afirmou que era ex-aluno da instituição de ensino, pulou o muro com uma máscara, invadiu a sala e disparou 11 vezes contra a adolescente. O réu foi preso no mesmo dia, após a polícia analisar imagens do circuito de segurança do colégio, que mostram outros alunos fugindo da sala de aula desesperados após o crime.

*Com informações do G1

Helio Lemes

apaixonado pela vida e pelos esportes

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: