Tudo pronto para o Goianão 2020 e os estaduais pelo Brasil

A temporada do futebol goiano e também brasileiro começou, a primeira competição do ano é simplesmente a maior vitrine nacional para os garotos da base, a Copa São Paulo de Futebol Júnior 2020 que está a todo vapor. Enquanto os meninos da base buscam mostrar serviço na copinha, times pelo Brasil afora se preparam para os estaduais de suas respectivas regiões, entre eles está o Goianão 2020 que tem início no dia 22 de janeiro.

Os clubes do interior apresentaram os novos nomes que vão compor a equipe para a temporada antes da virada do ano, e deram início aos trabalhos. Enquanto dos clubes da capital voltaram aos trabalhos a partir do dia 2 do mês corrente.

o Vila Nova fez uma reformulação completa do elenco, desde o presidente até o atacante para o ano que se inicia e em que mais uma vez o time vai jogar a Série C do Campeonato Brasileiro. O treinador colorado é um velho conhecido da base do tigre, Ariel Mamede, que foi vitorioso enquanto treinador das categorias de base e responsável pelo acesso do Jaraguá a primeira divisão do estadual no ano passado.

O Atlético Goianiense chega mais uma vez com status de favorito ao título por ser o atual campeão e, por ter conquistado o acesso elite do futebol nacional no ano passado. Aos poucos o dragão vai apresentando os reforços visando o Goianão, mas apesar de novos nomes, ainda falta um treinador para o rubro-negro goiano.

Pelos lados da Serrinha, o Goiás Esporte Clube se reapresentou na última quarta-feira (8/1), no entanto o assunto de momento por lá não é o campeonato estadual, é a negociação envolvendo o atacante Michael com o Flamengo que está a um passo de se concretizar.

Vale lembrar que o Goianão 2020 vai ser disputado no mesmo modelo do ano passado, com os clubes divididos em dois grupos com seis cada, que jogam todos contra todos em dois turnos, e os oito melhores conquistam a vaga nas quartas de finais, enquanto os dois piores são rebaixados para a Divisão de Acesso.

Outra novidade fica por conta da utilização ou não do árbitro de vídeo (VAR), o mesmo pode ser usado na competição desde que os clubes arquem com as despesas para o uso do recurso.

Helio Lemes

apaixonado pela vida e pelos esportes

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: