Crescimento no setor industrial foi destaque durante evento em Goiânia

O ano se encerra com o quinto mês consecutivo de crescimento no setor industrial, o dado é da Confederação Nacional da Indústria (CNI). O Estado de Goiás ocupa a quinta posição no ranking nacional com a produção industrial, conforme mostrou uma pesquisa do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) referente ao período de janeiro a setembro deste ano.

A reação da indústria no segundo semestre de 2019 foi positivo, mas ainda existem muitos desafios para os próximos períodos. “Estamos animados com o desenvolvimento do setor. O crescimento da indústria gera mais empregos, oportunidades e estrutura social”, explicou o vice-presidente da CNI, Paulo Afonso. Ele ainda destacou que a perspectiva de crescimento é de mais de 2%, para 2020.

As informações foram apresentadas durante um almoço promovido pelo Grupo de Líderes Empresariais (LIDE), nesta quinta-feira (12) no Mercure Hotel, em Goiânia. O encontro foi uma oportunidade de falar sobre “As perspectivas econômicas para 2020”.

O presidente do LIDE Goiás que também é Presidente-executivo dos sindicatos da Indústria de Fabricação de Etanol e Açúcar do Estado de Goiás (Sifaeg/Sifaçúcar) e vice-presidente da Federação das Indústrias do Estado de Goiás (FIEG), André Rocha, realizou a abertura do evento que encerra as programações do Grupo e fez um balanço das atividades realizadas. “2019 foi marcado por muitos conteúdos excelentes. Estamos encerrando o ano com chave de ouro. Contar com a participação do Paulo Afonso é uma oportunidade de ouvir a visão da CNI sobre as perspectivas para o próximo ano”. E complementa “com as indústrias em movimento a expectativa são resultados econômicos melhores”, complementa.

Saiba o que é o LIDE

O Grupo de Líderes Empresariais (LIDE) é um grupo formado por pessoas jurídicas criado em 2003 por João Dória que tem como objetivo incentivar e promover relações empresariais, discutir temas econômicos e políticos de interesse nacional, fortalecer a Governança Corporativa, defender a ética, os princípios democráticos e a eficiência de gestão nos setores público e privado, promover, atualizar e aperfeiçoar o conhecimento empresarial, sensibilizar o setor privado para programas comunitários, com prioridade para educação e formação profissional e estimular o respeito ao meio ambiente.

Em Goiás, o LIDE é presidido por André Rocha, Presidente-executivo dos sindicatos da Indústria de Fabricação de Etanol e Açúcar do Estado de Goiás (Sifaeg/Sifaçúcar) e vice-presidente da Federação das Indústrias do Estado de Goiás (FIEG).

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: