Anúncios
6 de julho de 2020

Hora news

Seu site de notícias

Agosto dourado: Saúde promove evento para incentivar amamentação

Ação relativa ao Agosto Dourado visa conscientizar a população sobre os benefícios da amamentação neste sábado, 3 de agosto. O ato de amamentar pode evitar mais 800 mil mortes no mundo

O Parque Flamboyant, no Jardim Goiás, em Goiânia, se transforma no próximo sábado, 3 de agosto, em um centro de informações sobre a importância e benefícios da amamentação para o desenvolvimento físico e emocional da criança. No local serão desenvolvidas atividades alusivas à Semana Mundial do Aleitamento Materno (SMAM). O evento, que será realizado das 9 às 14 horas, contará com a presença da primeira-dama do Estado, Maria das Graças de Carvalho Caiado, do secretário de Estado da Saúde de Goiás, Ismael Alexandrino, de representantes da Sociedade Goiana de Pediatria, entre outras autoridades.

A atividade integra a programação da SMAM em Goiás. Na oportunidade, a população poderá participar de ações que vão abordar aspectos importantes sobre a amamentação e o desenvolvimento infantil, tirando as dúvidas sobre como a proteção ao aleitamento materno pode ser inclusiva com a participação da família, ambiente de trabalho e sociedade. O evento é realizado pelo Governo de Goiás, por meio da Secretaria de Estado da Saúde de Goiás (SES), em parceria com a Organização das Voluntárias de Goiás, Sociedade Goiana de Pediatria, Comitê Estadual de Incentivo ao Aleitamento Materno e Rede Estadual de Bancos de Leite. Também são parceiros o Corpo de Bombeiros Militar e a Secretaria de Estado de Cultura de Goiás.

Entre os serviços oferecidos durante o evento estão orientações sobre aleitamento materno e desenvolvimento infantil; avaliação e conferência da curva pôndero-estatural de crianças; avaliação do estado nutricional de gestantes e orientações sobre aspectos psicoafetivos da gravidez, parto e puerpério (pós-parto); atendimento às gestantes e orientações para prevenção da hipertensão arterial e diabetes gestacional; orientações acerca da importância da doação, transporte e armazenamento adequado do leite humano; saúde do homem e importância do pré-natal do parceiro; alimentação saudável da gestante e da criança; informação sobre prevenção dos casos de dengue; orientações sobre o esquema de vacinação da criança e orientações sobre saúde bucal. A abertura será feita pela Orquestra Filarmônica de Goiás.

Além de realizar o evento no Parque Flamboyant, na capital, a SES, por meio da coordenação de Saúde da Criança, está orientando e estimulando os municípios a realizarem eventos durante todo o mês de agosto relativos à amamentação, propiciando espaços de diálogos e discussões acerca do tema central da SMAM.

A semana

A Semana Mundial do Aleitamento Materno é realizada todos os anos entre os dias 1º e 7 de agosto com o propósito de conscientizar a população sobre a relevância do leite materno. O intuito é aumentar os índices de amamentação em todo o mundo. Em função da campanha, o mês é chamado de Agosto Dourado. A amamentação é um dos mais eficazes investimentos para salvar vidas e melhorar a saúde, o desenvolvimento social e econômico de indivíduos e nações.

Dados

O simples ato de amamentar pode evitar até 823 mil mortes de crianças por ano em todo o mundo. Apesar disso, no Brasil os índices de amamentação recomendados pela Organização Mundial de Saúde ainda permanecem abaixo do ideal. Apenas 40% dos bebês amamentados exclusivamente em seio materno até 6 meses e 45% de crianças são amamentadas até os 2 anos. Em Goiás, na última pesquisa oficial realizada pelo Ministério da Saúde, em 2009, os índices estão abaixo da média mundial: com 32,7% dos bebês amamentados exclusivamente até os 6 meses na capital e a maioria das crianças amamentadas, em média, apenas até o 10º mês de vida.

Inclusão e participação

Desde 2016, os temas abordados na SMAM são elaborados em alinhamento aos objetivos do Desenvolvimento Sustentável. Neste ano, a campanha tem como tema central “Empoderar mães e pais – Favorecer a amamentação: hoje e para o futuro!”. Este tema está alinhado ao 5º objetivo do desenvolvimento sustentável, que diz respeito à equidade de gênero. Apesar de a amamentação ser de domínio da mãe, a prática desta conduta tende a melhorar, comprovadamente, com o apoio próximo do companheiro, da família, dos colegas de trabalho e da comunidade. Essa temática, extremamente atual e inclusiva, traz à reflexão a necessidade de normas sociais que protejam igualitariamente mães e pais em prol do aleitamento materno.

Companheiros participativos, conscientes de seus papéis, rede protetora de apoio familiar e de amigos, licenças remuneradas a ambos e apoio nos setores formais e informais de trabalho, além da sociedade engajada na proteção ao aleitamento materno, são estratégias que propiciam um ambiente favorável para a melhoria dos índices de aleitamento materno no mundo.

Anúncios
%d blogueiros gostam disto: