Coleta do lixo reciclável de Goiânia é a 3ª melhor do Brasil, revela ranking

Hora News

Folha de S.Paulo, a partir de levantamento da Associação de Empresas de Limpeza (Abrelpe), mostra que capital do estado recicla 5,7% dos resíduos produzidos. Perde, por pequena margem, apenas para Florianópolis e Palmas, ambas com 6%. “Como no mutirão, este é um trabalho feito a muitas mãos”, afirma prefeito Iris Rezende

Por Deusmar Barreto

A coleta do lixo reciclável de Goiânia é a 3ª melhor do Brasil. Segundo ranking divulgado pelo jornal Folha de S.Paulo, tendo por base levantamento da Associação de Empresas de Limpeza (Abrelpe), a capital do estado recicla 5,7% dos resíduos produzidos. Por uma pequena margem, perde apenas para Florianópolis (SC) e Palmas (TO), ambas com 6%. “Como no mutirão, este é um trabalho feito a muitas mãos”, afirma o prefeito Iris Rezende numa referência às atividades dos catadores de materiais que atuam em cooperativas.

Ranking da coleta do lixo reciclável divulgado pelo jornal Folha de S.Paulo, tendo por base levantamento da Associação de Empresas de Limpeza (Abrelpe): Goiânia é a terceira melhor do Brasil

Iris implantou, em 2008, o programa Goiânia Coleta Seletiva, que completa 11 anos. Equipes vão de casa em casa em busca de materiais que possam ser reciclados e doados às cooperativas. A preservação do meio ambiente na cidade associa-se com a inclusão social ao oferecer inúmeras oportunidades a trabalhadores que queiram atuar no setor.

No dia 13 de fevereiro deste ano, o programa Goiânia Coleta Seletiva ganhou um capítulo especial com a inauguração de três novos centros de triagem para materiais recicláveis. A medida foi concretizada graças a uma parceria entre prefeitura de Goiânia, 15ª promotoria de Justiça do Ministério Público do Estado de Goiás (MP-GO), Central de Trabalhadores dos Catadores de Materiais Recicláveis (Uniforte), Universidade Federal de Goiás (UFG) e cooperativas do setor.

Na solenidade que aconteceu na nova sede da cooperativa Carrossel, localizada no setor Santos Dumont, o prefeito destacou que “vocês nos ajudam a reduzir a quantidade de materiais que vão de forma desnecessária para o nosso aterro”. Naquele dia foram também inauguradas a Cooperfami, no setor Barra da Tijuca, e a Cooper Rama, na Chácara de Recreio São Joaquim. As novas centrais passaram a contar com galpões modernos, com placas de energia solar, aproveitamento de água de chuva, tratamento acústico e outros dispositivos de sustentabilidade.

O prefeito Iris Rezende durante inauguração da cooperativa Carrossel, com galpão amplo e dispositivos de sustentabilidade: “Vocês nos ajudam a reduzir a quantidade de materiais que vão de forma desnecessária para o nosso aterro

Mais recentemente, no dia 03 de julho, o prefeito Iris Rezende assinou permissão de uso de área à Seleta Cooperativa de Catadores de Material Reciclável, de 2 mil m², no residencial Paulo Estrela. A organização conta com 20 famílias que atuam desde 2008 no Jardim Novo Mundo e, com o novo galpão, contemplará 50 famílias. “A prefeitura é parceira das entidades. Vamos incentivar para que cresçam, ajudem a criar empregos e a deixar a cidade mais limpa”, ressaltou Iris.

Projeto Cata-treco recolhe móveis e objetos para

evitar que sejam descartados de forma indevida

Outro instrumento à serviço da reciclagem é o projeto Cata-treco, implantado em 2011, integrado ao programa Goiânia Coleta Seletiva. Para quem vai dispensar algum móvel ou objeto, como fogão, sofá, televisão ou colchão, por exemplo, a Companhia de Urbanização de Goiânia (Comurg) tem um serviço exclusivo e gratuito para recolher e facilitar o descarte desses móveis.

O objetivo do Cata-treco é evitar que estes materiais sejam descartados de forma indevida em vias públicas, lotes baldios, praças e margens de córregos, gerando inúmeros transtornos como poluição do ambiente e proliferação do mosquito Aedes aegypti. Todo material recolhido é repassado às 15 cooperativas cadastradas no programa, beneficiando diversas famílias. Os materiais não reaproveitados são encaminhados para o aterro sanitário.

Outro destaque é o Ecoponto Guanabara, inaugurado em maio de 2018. A população dispõe de espaços para depositar pequenos volumes de resíduos de construção civil, poda de árvores, móveis, recicláveis, eletroeletrônicos, óleo de cozinha e pneus. Essa foi a primeira unidade inaugurada em Goiânia. Está localizado entre as ruas GB-5 e GB-6, no Jardim Guanabara II.

Deixe uma resposta

Next Post

Seds-GO recebe propostas aos auxílios Pão e Leite e Água e Energia

Governo de Goiás, por meio da Secretaria de Desenvolvimento Social (Seds), realizou, no último dia 17 de julho, a abertura das propostas que definirão as entidades filantrópicas participantes dos programas Pão e Leite e Água e Energia. Esses programas destinam verbas para complementação alimentar e subsídio de contas de água […]

Subscribe US Now

%d blogueiros gostam disto: